Creas e Polícia Militar se reúnem por parceria para enfrentamento da violência doméstica
Nesta terça-feira (28) o Creas (Centro de Referência em Assistência Social) de Boituva, se reuniu com a Polícia Militar para discutir planos de enfrentamento à violência doméstica.
O objetivo da reunião foi estreitar a parceria entre as entidades no atendimento a ocorrências deste tipo. De acordo com a Lei Maria da Penha, a violência doméstica é definida como “qualquer ação ou omissão baseada no gênero que lhe cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial”.
Diariamente a Polícia Militar recebe diversos chamados através do telefone 190 por desentendimento entre casais que na maioria das vezes são brigas cotidianas. A PM entende que poderia existir um suporte, realizado técnicos, visando melhorar o relacionamento e evitar que o companheiro realize qualquer forma de violência contra a mulher.
Seguindo plano de ação para estes casos, a PM vai avisar aos órgãos assistenciais quando atender violência doméstica.
Também ficou estabelecido que os policiais serão capacitados para oferecer um tratamento diferenciado em ocorrências que envolvam brigas de casal, constando em relatório informações relevantes que serão úteis para mensurar o problema, controlar estatisticamente e subsidiar ações de assistência preventiva.