Casos suspeitos de coronavírus em Boituva sobem para 8; cidade não tem nenhum caso confirmado

O prefeito de Boituva confirmou em transmissão ao vivo elas redes sociais na tarde desta quarta-feira (25) que mais dois casos suspeitos de covid-19 (coronavírus) foram notificados pela Secretaria de Saúde. A cidade tem no momento 8 casos suspeitos.

Um dos novos casos é de uma jovem da área da saúde. Ela apresentou os sintomas e foi diagnosticada em um hospital de Sorocaba. O outro caso é também de uma jovem, mas que está sob cuidados médicos no hospital de Boituva.

Todos os casos aguardam confirmação e os exames estão sendo realizados pelo Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. Segundo o secretário de Saúde, o Adolfo Lutz aumentou para 12 dias o prazo para resultado de exames de covid-19.
UBS reformada

A quarta-feira também marcou a entrega da UBS do Centro, que passou por reforma agora recebe exclusivamente gestantes para pré-natal em função da situação de exceção causada pela pandemia de coronavírus. Recém nascidos e crianças com algum tipo de deficiência também passam a ser atendidos ali.

Toda a parte estrutural da unidade estava pronta para essa reabertura, bem como os equipamentos, mobiliários, painel de senha e ar condicionados. Alguns ajustes quanto a sinalização serão feitos no decorrer da semana.

O prefeito também lembrou que está chegando uma ambulância UTI para atender a demanda do município. Será a primeira UTI móvel da cidade.

O chefe do Executivo confirmou ainda que esteve em reunião com representantes do hospital São Luiz. Ficou definida a contratação de novos colaboradores para a unidade.

Vacinação da gripe
A cidade permanece na espera de um novo lote de vacinas para retomar a campanha de vacinação contra a gripe. A previsão é que as vacinas chegam ainda nesta semana e a vacinação seja retomada na sexta-feira. Será feito sistema de drive-thru, com os idosos sendo vacinados dentro do carro para agilizar o atendimento. Está prevista ainda a vacinação de acamados e de idosos que não possam se locomover ou morem em área rural. Para eles será enviada uma equipe volante para vacinação em casa.

Desinfecção
Outra medida em andamento para conter a crise é a desinfecção dos espaços públicos da cidade. Nesta quarta-feira os trabalhos foram iniciados no Centro de Eventos para receber campanha de vacinação, e se estendeu por várias áreas da cidade. Ontem e hoje, a desinfecção ocorreu em diversos locais como a Câmara de Vereadores, o Lar São Vicente de Paulo, a praça da Matriz e a praça da Rodoviária, o Centro de Especialidades, o Centro de Referência da Saúde da Mulher, bem como o Centro de Integração Comunitária (CIC), onde funciona a sede da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, e ainda as vias centrais da cidade.

Com auxílio de caminhão hidrojato que atua na limpeza urbana do município, todos os dias são desinfetadas as frentes de supermercados, praças, rodoviária, farmácias, postos de saúde, hospital e demais locais que apresentam ainda a circulação de pessoas.

Prevenção
A Secretaria da Saúde reforça para a população fazer isolamento social, manter a tranquilidade e reforçar os procedimentos de higiene (lavando as mãos com água e sabão) e protocolos de ‘etiqueta respiratória’, protegendo a boca e o nariz ao tossir ou espirrar, com um lenço de papel ou usando o antebraço. Condutas sociais devem ser revistas, evitando contato físico direto através de beijos no rosto, abraços e apertos de mão.

Para quem tiver dúvidas de como proceder em relação ao Coronavírus pode entrar em contato pelo telefone (15) 3263-5886. Diariamente a Secretaria de Saúde emitirá boletins informativos e reforça para a população não acreditar em notícias falsas e se informar em fontes confiáveis.