Câmara dos Deputados discute título de “Capital Nacional do Paraquedismo” para Boituva

Boituva é reconhecida como a Capital do Paraquedismo por receber anualmente milhares de turistas e atletas em busca de adrenalina.

A cidade caminha para obter reconhecimento nacional de sua vocação para o esporte. Está tramitando no Congresso um projeto de lei que institui Boituva oficialmente como a Capital Nacional do Paraquedismo.

O projeto atualmente encontra-se em discussão na Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados. Em sua justificativa, o projeto de lei sustenta que Boituva é sede da Confederação Brasileira de Paraquedismo e de seis dos dez clubes de paraquedismo do país.

A cidade possui mais de mil atletas registrados em seus clubes, quase o dobro dos praticantes registrados nos clubes de todo o estado do Rio de Janeiro, o segundo estado com maior número de paraquedistas. Boituva também é sede do Centro Nacional de Paraquedismo, que oferece um variado conjunto de cursos e serviços.

Boituva já é reconhecida, nos termos da Lei Municipal nº 1.486/2003 como a Capital do Paraquedismo, o que demonstra o apoio local ao reconhecimento nacional.

A cidade é um dos 140 municípios paulistas classificados como Município de Interesse Turístico (MITs). A inclusão da cidade no grupo de MIT, a credencia ao recebimento de repasses anuais para serem investidos em obras e ações destinadas exclusivamente ao setor de turismo. O MIT é um Programa exclusivo do Estado de São Paulo, sancionado com a intenção de reconhecer e fomentar o turismo em municípios com este potencial.