Boituva é classificada como Município de Interesse Turístico

Boituva é um dos 140 municípios Paulistas classificados como Município de Interesse Turístico (MITs). A inclusão da cidade no grupo de MIT, a credencia ao recebimento de repasses anuais para serem investidos em obras e ações destinadas exclusivamente ao setor de turismo. Desde 2018, aprovado pelo Projeto de Lei Nº 1148 de 2017, a cidade tem o reconhecimento por meio do selo em virtude do potencial turístico.
Os MITs recebem recursos para investimentos na infraestrutura turística e em obras que fomentem a ampliação e o fortalecimento das atividades econômicas ligadas ao setor, mediante convênio com Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur), da Secretaria Estadual de Turismo.
Para se tornar MIT, os municípios têm de preencher critérios como: potencial turístico, formação de um Conselho Municipal de Turismo, serviço médico emergencial, infraestrutura básica, Plano Diretor de turismo e expressivos atrativos.
O MIT é um Programa exclusivo do Estado de São Paulo, sancionado com a intenção de reconhecer e fomentar o turismo em municípios com este potencial. Em 2010, o Governo criou uma cartilha para que todos os municípios interessados pudessem participar, não sendo permitida apenas a participação dos que já são estâncias turísticas.
Boituva tem como principal atrativo o turismo de aventura, por causa do Centro Nacional de Paraquedismo, que recebe milhares de turistas todos os anos, e das atividades de balonismo.
O turismo no Estado movimenta até 56 setores da economia. Gera um milhão de empregos diretos e dois milhões indiretos. São Paulo é único Estado com políticas públicas voltadas à atividade turística, tratado como vetor de desenvolvimento social e econômico. O modelo possibilita estar na vanguarda do turismo nacional.