ACESSIBILIDADE

CASO ARACELI | SERVIDORES REALIZAM AÇÃO NA PRAÇA DA MATRIZ SOBRE CONSCIENTIZAÇÃO AO ABUSO E EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS

  CASO ARACELI | SERVIDORES REALIZAM AÇÃO NA PRAÇA DA MATRIZ SOBRE CONSCIENTIZAÇÃO AO ABUSO E EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS
Manhã de conscientização. Nesta quarta-feira, 18 de maio - Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças, a Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Inclusão realizou na Praça da Matriz, a distribuição de panfletos falando sobre a data e a importância de não se calar diante casos, relatos e histórias assim.
A secretária da pasta, Bruna Nogueira participou da ação ao lado de servidores de diversas pastas, como Saúde, Cultura e Eventos e Juventude. "Entregamos além do material impresso, a "florzinha amarela", que é o símbolo da Campanha "Faça Bonito". Tivemos a oportunidade também de conversar com os municípes sobre os serviços oferecidos, como o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social)", comentou ela.
A ação, contou ainda, com serviço de aferição da pressão arterial e testes rápidos de saúde, desenvolvidos pela Secretaria de Saúde.
CASO ARACELI
A data marca a história da menina Araceli, de 8 anos, sequestrada, violentada e assassinada em 18 de maio de 1973. Seu corpo foi encontrado seis dias depois, desfigurado por ácido e com marcas de violência e abuso sexual.
Em 2.000, o Congresso Nacional instituiu o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes na data da morte de Araceli.
DISQUE 100 ou 181
Para denunciar violação de direitos humanos Disque 100 ou 181 para o Disque Denúncia.